Página Inicial Histórico Notícias Objetivos Documentos Governança Licitações Fale Conosco
 
 
I° Concurso de educação fiscal
Escolas Municipais de Foz do Iguaçu são premiadas em concurso de Ed. Fiscal
A cerimônia de premiação foi realizada no dia 08 d ...
Estudo comparativo dos gastos das Câmaras Municipais
Estudo comparativo dos gastos das Câmaras Municipais
Estudo comparativo dos gastos das Câmaras Municipa ...
2014 - 2º RELATÓRIO DE ATIVIDADES OUTUBRO
OSFI presta contas a população
Evento foi marcado pela presença de um grande públ ...
 
 
2012-02-10 - 13:57
Histórico
Como surgiu o Observatório Social em Foz
Formado por entidades
Diretoria

1.       Histórico
a.      Forma como começou, quem teve participação histórica na construção do OS, quem ajudou, como foram as primeiras reuniões, etc.

O Observatório Social de Foz do Iguaçu (OSFI) foi pauta de muitas discussões da Associação Comercial de Foz do Iguaçu – ACIFI. Através das idealizações do Conselho da Mulher Empresária e Executiva, foram criados grupos de trabalho para efetivação do Observatório.  Desde o início houve participação do Conselho Regional de Contabilidade pelo Delegado Local Derseu de Paula e a Conselheira Elizangela de Paula Kuhn.

A primeira reunião para discussão da implementação do OSFI aconteceu em 16 de julho de 2009, na sede da Receita Federal de Foz do Iguaçu. Desta primeira reunião participaram representantes de entidades governamentais e da sociedade civil organizada: a Delegacia da Receita Federal representada por Adriana Caracas e Gerson Minami; o Iguassu Convention e Visitors Bureau representado por Silvana Canal e Cristiane Santos; a Sescap (Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas no Estado do Paraná) representada por Leonor Vendson; o Conselho da Mulher Empresária e Executiva representado por Emilia Mendes e Beatriz Rodrigues, que também representam, respectivamente, as empresas Hotel Tarobá e Centro Ótico; a ACIFI e Conselho Regional de Contabilidade representados por Elizangela de Paula Kuhn.

Assim, através de um dos grupos de trabalho do Conselho da Mulher, foi instalado o OSFI dentro dos moldes do Projeto Empreender. O Conselho da Mulher assumiu a responsabilidade pela implantação do OSFI e solicitou a presença de Roni Enara, diretora executiva do Instituto Cidadania Fiscal de Maringá, para palestra de sensibilização, no dia cinco do mês de agosto de 2009, sendo a segunda reunião do OSFI, na ACIFI. Na ocasião, foi apresentada a metodologia para a implantação e operacionalização do OSFI, discutidos aspectos físicos e financeiros e de pessoal. Participaram representantes das entidades: Conselho da Mulher Empresária, Delegacia de Receita Federal de Foz do Iguaçu, Sescap e De Paula Contadores Associados. A partir destes esclarecimentos iniciais, o grupo de trabalho passou a desenvolver o estatuto social, indicando Antonio Derseu Candido de Paula e Leonor Venson de Souza para redigir o documento, com inspiração na documentação sugerida pela entidade de Maringá.
A terceira reunião aconteceu ainda em agosto, no dia vinte e oito, no auditório da ACIFI, para tratar da análise do Estatuto Social do OSFI, que foi apresentado por Sr. Derceu de Paula e Leonor Vendson da Sescap. Fizeram-se presentes Elizangela De Paula Khun, Beatriz Rodrigues, Antonio Derseu Candido de Paula do Conselho Regional de Contabilidade, Joel de Lima da Itaipu Binacional, Rosani Beltrame do Conselho da Mulher Executiva e Empresária.

As entidades que sempre estiveram presente colaborando para a implantação do OSFI, sob a Coordenação do Conselho da Mulher Empresária e Executiva da ACIFI e da ACIFI: Conselho Regional de Contabilidade - PR, Itaipu Binacional, Receita Federal, Convention Bureau e Sescap-PR.

Aos 15 dias de Setembro de 2009, realizou-se na sede da ACIFI, a Assembléia Geral de Constituição do Observatório Social de Foz do Iguaçu, onde foram deliberadas aprovação do Estatuto Social do Observatório Social e Eleição da Primeira Diretoria.  Foram convidados representantes das entidades da sociedade civil organizada, entidades de classe, organizações sociais ou de representação comunitária, empresas privadas, pessoas naturais, instituições públicas e profissionais liberais através de edital publicado em 03 de setembro nos jornais locais.
Após a efetuação de algumas alterações sugeridas, o estatuto foi aprovado por unanimidade. A Primeira Diretoria também foi aprovada por unanimidade, tomando posse nesta mesma data, com mandato de dois anos. Entre as autoridades presentes, fizeram uso da palavra o Sr. Carlos Duso, que afirmou que “esse é um dia que deverá ser guardado na memória”. O vice prefeito também fez uso da palavra em nome da prefeitura municipal, ressaltando que o Observatório será um braço da sociedade civil contribuindo para melhor aplicação dos recursos públicos entendendo que a sociedade tem que participar efetivamente de tudo o que acontece no município. O Delegado da Receita Federal, Dr. Gilberto Tragancin, discursou sobre a importância do OSFI, e para ele, o surgimento da entidade será o primeiro passo ante ao grande volume de trabalho que os integrantes terão a partir de agora.

Após a instalação e definição da sede (sala cedida pela ACIFI), o OSFI passou a tratar dos assuntos financeiros e contábeis, de parcerias, obtenção de recursos e contratação de pessoal. Foi providenciada a filiação do OSFI ao Instituto Cidadania Fiscal.  

Nos dias 14 e 15 de dezembro membros do OSFI participaram do Encontro da Cidadania Fiscal e Controle Social, em Maringá, que reuniu representantes de todos os Observatórios do Brasil para compartilhar experiências e apresentar ferramentas de gestão.

No dia 01 de fevereiro de 2010 iniciaram-se os trabalhos operacionais.


 

Tags da Matéria: